Gerais Notícias

MEC propõe mudar nomes de cursos de engenharia

Compartilhe:

O Ministério da Educação iniciou no último dia 29 de junho um processo de consulta pública para simplificar a nomenclatura dos cursos de Engenharia. Os diversos nomes dos cursos superiores de engenharia serão atualizados e agrupados em 22 nomes. A consulta vai até o dia 31 de julho. A proposta faz parte de um programa mais amplo do MEC, através da Secretaria de Educação Superior (Sesu), que pretende atualizar a nomenclatura de diversos cursos de graduação no Brasil. Segundo dados divulgados pela Sesu, atualmente existem 26 mil cursos de graduação no país. Sete mil têm nomes diferentes para o mesmo projeto pedagógico. No caso específico das Engenharias, há 258 nomenclaturas diferentes. De acordo com o diretor de regulação e supervisão da Sesu, Paulo Wollinger, a diversidade vem de acréscimo de “sobrenomes” ou de digitação errada. Cursos como “Engenharia Elétrica e Eletrônica”, “Eletrotécnica”, “Elétrica e das Energias” e “Elétrica Industrial” passarão a ser chamados apenas como “Engenharia Elétrica”. “O objetivo é organizar as nomenclaturas, não o de pôr camisa de força nos cursos. As instituições podem criar cursos, desde que o perfil profissional contenha diferenças substanciais em relação a algum já existente”, explica Wollinger. Segundo nota divulgada pelo MEC, os referenciais para a engenharia têm o propósito de facilitar a elaboração dos projetos pedagógicos dos cursos, orientar estudantes nas escolhas profissionais e dar mais clareza às empresas e órgãos públicos na formação dos quadros de pessoal. A revisão das denominações será feita todo ano, a partir de agora. Após o período de consulta pública, especialistas vão verificar todas as propostas e farão as alterações que julgarem necessárias. O resultado será conhecido em novembro e as instituições de ensino terão que começar a implantar as mudanças a partir de janeiro de 2010. Haverá um período de transição que vai até a próxima avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). As contribuições à consulta pública devem ser enviadas até o dia 31 de julho por meio do formulário de avaliação para o endereço eletrônico referenciais.sesu@mec.gov.br. A lista com os nomes atuais dos cursos e a nomenclatura proposta pode ser encontrada no site do MEC. Os próximos cursos a terem os nomes atualizados serão os da Saúde. Os referenciais dessa área devem ir a consulta pública em julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *